Nariz

Graças aos avanços nas técnicas cirúrgicas, a rinoplastia sofreu mudanças essenciais em sua execução, o que permite aos pacientes uma recuperação breve e sutil. Sendo um procedimento de rápida duração, a rinoplastia possui técnicas diferentes a serem empregadas conforme a necessidade de cada indivíduo e indicação do cirurgião plástico especialista.  A anestesia empregada na rinoplastia é, normalmente,  local com uso de sedação. Com o emprego desta anestesia, considerada mais leve em comparação à geral ou à peridural, o paciente é liberado do hospital em poucas horas.

 

Tire suas dúvidas:

A RINOPLASTIA DEIXA CICATRIZES APARENTES?

Geralmente não. Isto decorre do fato das incisões (cortes) serem feitas “dentro do nariz”  ou  nos  sulcos  e  consequentemente  não deixam vestígios aparentes. Em  casos especiais, quando as asas nasais são tratadas, existem duas pequenas cicatrizes nos sulcos das asas nasais

.



PODEREI ESCOLHER, PARA MEU FUTURO NARIZ, A FORMA QUE EU DESEJAR?

Não. Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, equilíbrio este que o cirurgião deve observar, a fim de preservar a naturalidade e autenticidade dessa face. Cada caso é estudado minuciosamente, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível, dentro das exigências da face. Se a sua escolha coincidir com aquele tipo de nariz planejado, sem dúvida seu desejo será atendido.

 

O RESULTADO DEFINITIVO É IMEDIATO?

Não. Várias fases são características do pós-operatório do nariz. Assim é que, numa 1ª fase (logo após a retirada do curativo rígido em torno de 7 a 10 dias), apesar de corrigidos vários defeitos estéticos do nariz original, notamos um edema (inchaço) que vai diminuindo com o passar dos dias e que tende a desaparecer totalmente em torno do 6º mês. Existem pacientes que atingem o resultado definitivo um pouco antes, bem como outros que ultrapassam este período.

COMO FICARÁ MINHA RESPIRAÇÃO APÓS A CIRURGIA?

A Rinoplastia estética visa, também, melhorar as condições respiratórias do paciente, quando estas condições são precárias no nariz original. Apesar de haver alguma dificuldade no pós-operatório imediato (algumas semanas), isto se deve principalmente ao fato do “edema” também existir na parte interna do nariz. Com o decorrer do tempo tende a normalizar-se. Se o paciente possuir problemas respiratórios prévios, será encaminhado ao otorrinolaringologista. Este decidirá sobre a cirurgia funcional, que poderá ser realizada no mesmo tempo da cirurgia estética.

HÁ DOR NO PÓS OPERATÓRIO?

Raramente. Quando ocorrer uma eventual dor, esta é facilmente combatida com analgésicos comuns.

QUANDO PODEREI TOMAR SOL?

Geralmente após o 3º dia pós-operatório, não existe qualquer inconveniente em se expor ao eventual sol da rua. Entretanto, para exposições mais longas aconselha-se aguardar desaparecerem as equimoses (manchas roxas). Deve-se sempre usar protetor solar no pós-operatório.

QUAL A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA?

Você não deve se esquecer que, até que se atinja o resultado almejado, diversas fases evolutivas são características deste tipo de cirurgia. Assim é que edemas (inchaço), equimoses (manchas roxas de infiltrado sanguíneo), dificuldade respiratória nos primeiros dias, são comuns a todos pacientes; evidentemente, alguns apresentam estes fenômenos com menor intensidade que outros.

O RESULTADO DA CIRURGIA COMPENSA?

Evidentemente. Dentre as cirurgias estéticas, a do nariz é uma das que proporcionam grandes satisfações. Lembre-se do que foi dito anteriormente: cada caso é analisado individualmente na 1ª consulta, ocasião em que lhe são esclarecidos todos os detalhes aqui relatados e outros. Desde que nos decidamos mutuamente a realizar a cirurgia (médico e paciente), é porque o resultado compensa. Caso contrário, seremos os primeiros a recusar a operação.

© 2013 Todos os direitos reservados.

​Clínica Spani Vendramin